quarta-feira, 23 de junho de 2010

Bênção


Já passavam das três da tarde e eu havia acabado de entrar no escritório do WCCSG quando o Olivier recebeu uma mensagem do piloto que normalmente voa com ele, dizendo que havia visto um novo crop circle perto de um bosque chamado Savernake Forest em Marlborough.

Não demorou muito e estávamos a caminho, seguindo as coordenadas do piloto. Não sabíamos exatamente a localização do crop circle e essa é a parte mais excitante do safari, quando nos vemos pela estrada, observando atenciosamente os campos que se extendem até onde a visão alcança, nos aventurando pelas enormes plantações à procura de um círculo sagrado, esses santuários secretos que muito frequentemente, se escondem dos olhos dos mais distraídos ( e muitas vezes, até dos mais atentos).

Consegue ver o crop circle neste campo de trigo? Nós também não conseguimos.

Vasculhamos um campo de trigo enorme, seguindo a orientação do piloto (e a intuição da Francine), mas não conseguimos encontrar o crop circle. Felizmente o Olivier iria voar logo mais para fazer suas fotos, e poderia localizá-lo com um pouco mais de precisão.
Fomos então até uma pequena pista de pouso/decolagem, onde funciona uma escola para pilotos e Olivier decolou em seu avião ("microlight" actually). Enquanto isso, aproveitamos para tomar um chá, dar comida para um gato (que estava faminto) e molhar algumas plantas (que estavam sedentas).

De volta ao solo, Olivier nos mostrou as fotos que havia acabado de tirar: elas mostravam uma formação muito bonita e interessante (como sempre) baseada na estrela de três pontas com formações de diamantes nas pontas maiores. Mais uma vez, absolutamente incrível.


Voltamos próximo ao lugar de onde havíamos saído, no campo do outro lado da estrada, e conseguimos finalmente encontrar a formação.


as diferentes direções das plantas vistas do solo
parecem não fazer muito sentido, mas de cima criam
texturas e padrões de luz e sombra



no centro do círculo


várias linhas convergendo para um ponto central,
onde a energia era bem concentrada.


Cada crop circle
tem uma história, um símbolo, uma energia. É realmente uma coisa mágica vivenciar estes fenômenos com tamanha proximidade. Ouvi Francine dizer que era uma "bênção" podermos estar tão próximos destes pontos de intersecção dimensional, destas pontes que unificam estados de consciência distintos. Me senti realmente abençoado e entrei no círculo com a intenção de compartilhar este estado de espírito com todos, de poder vibrar isso para o mundo.

a formação central vista bem de perto.

Muitos croppies já estavam por ali quando entramos. Uns são mais sensíveis, outro menos, mas no fim sempre acontece de trocarmos informações e a conversa é sempre muito evolutiva e agradável. Enquanto o sol se punha, a lua se erguia em perfeita oposição, fechei os olhos e silenciei por alguns instantes.

eu na excelente companhia de Einstein.

detalhes das linhas do desenho

Por fim, saí do círculo com muita reverência e gratidão, sob um céu multicolorido e a alma em estado de profunda comunhão com a natureza e com a essência daquilo que nos move e que tem infinitos nomes.

4 comentários:

  1. absolutamente... lindo....
    bjusss
    :o)

    ResponderExcluir
  2. E esta formação surgiu quando? Hoje? Incrível! Seus amigos nunca presenciaram/registraram essas formações sendo feitas? Fiquei curioso! Bjs

    ResponderExcluir
  3. é muito raro alguém ver um crop circle sendo feito, mas tem um vídeo bem interessante
    http://www.youtube.com/watch?v=-MLvq73TX94
    enjoy!

    ResponderExcluir
  4. Salve Daniel.

    Desde a primeira descoberta de um Crop Circle há muitos anos eu venho me imaginando um dia estar no interior de um deles e poder vivenciar de perto essa experiência ímpar.

    Tenho perfeita consciência que essa seria uma empreitada das mais difíceis, uma vez que não falo outro idioma senão o nosso Português.

    Acaso você se disponha a doar esse serviço ao seu irmão, te pergunto se poderia o acompanhar no próximo ano numa dessas visitas aos círculos nos campos da Inglaterra.

    ResponderExcluir